fbpx

Definimos no post anterior o que é o tráfego pago e qual a importância que ele tem na sua estratégia de marketing e porque deve ser utilizado, porém, você sabe como fazer o tráfego pago?

Nesse post vamos dar algumas dicas de como fazer o tráfego pago e como gerar resultados através dele. 

Basicamente tráfego pago é atrair visitantes através de anúncios publicitários feitos em determinadas plataformas, como o  Google Ads, mas não basta patrocinar um anúncio e pensar que automaticamente  isso vai se converter em vendas ou mais leads para sua página. 

Uma das principais funções do tráfego pago é colocar seu site na primeira página dos mecanismos de busca e com isso conseguir mais visitantes, em especial de potenciais consumidores da sua marca. 

Quando você patrocina um anúncio, sempre que alguém digitar a palavra-chave escolhida por você, seu anúncio aparecerá no topo da página do Google com a tag Anúncio antes da url, e quando o usuário clicar será direcionado para a página de destino do anúncio, é nessa hora que você será cobrado pelo clique, caso essa seja a modalidade escolhida. 

Além do pagamento por clique, existe o pagamento por mil impressões, esse é mais indicado para quem quer aumentar a visibilidade da página e da marca. A escolha entre um e outro vai depender do seu objetivo e da sua estratégia. 

Defina o objetivo da sua estratégia.

Antes de colocar a mão no bolso, tenha clareza do que quer alcançar:

  • Ganhar mais visibilidade para sua marca.
  • Conseguir mais leads.
  • Gerar vendas. 
  • Aumentar o número de visitas do seu site.
  • Conseguir mais seguidores para suas redes sociais. 
  • Alavancar uma oferta específica. 

Com o objetivo definido é hora de pensar na estratégia para alcançá-lo

Isso requer um bom planejamento antes de começar a veicular o anúncio. Defina como será feito esse anúncio, 

  • Texto: invista em um bom texto ou copy
  • Se for utilizar imagens, escolha imagens com boas resoluções.
  • Vídeos precisam ser bem elaborados e que tenham a capacidade de prender a atenção do consumidor. 
  • Qual vai ser a call to action do seu anúncio?

Claro que muitas dessas decisões serão tomadas de acordo com a plataforma que você escolher para veicular o anúncio.

  1. Google Ads

A plataforma mais utilizada para tráfego pago é o Google Ads, os anúncios costumam aparecer no topo da página ou na lateral do buscador e de sites parceiros do Google. 

A grande vantagem dessa plataforma é poder escolher pagar somente quando o usuário clicar no seu anúncio, além disso, o Google Ads permite que você faça diversos testes com várias palavras chaves, tipos de textos e chamadas, isso vai te ajudar a identificar o que funciona melhor para o seu perfil e o público que deseja atingir. 

2.           Facebook Ads

No Facebook Ads você poderá criar anúncios com imagens, textos e vídeos que serão veiculados dentro da rede social para o seu público potencial. A maior vantagem dessa plataforma é conseguir segmentar de forma bastante específica o público alvo. Você poderá definir localidade, gênero, idade, profissão, interesses, renda, status de relacionamento dentre outras opções. 

3.           Instagram Ads

O Instagram se tornou a vitrine de muitas marcas,  por isso é tão concorrido, a plataforma oferece anúncios que podem conter vídeos, músicas, textos, carrossel de fotos e imagens, além disso, é possível anunciar no Stories e no Instagram Shopping. A plataforma é conectada com o Facebook, o que ajuda a otimizar sua estratégia, permitindo que o mesmo anúncio seja veiculado nas duas plataformas. 

4.           YouTube Ads

O Youtube Ads é voltado para quem produz conteúdos em vídeos, e deve ser levado em consideração, já que o padrão de consumo de entretenimento mudou muito nos últimos anos e o YouTube se tornou a nova televisão de muita gente. 

Essa é a plataforma ideal para quem vende cursos, palestras, workshops e outros produtos em formato de vídeo. 

5.           Linkedin Ads

Menos usada, mas não menos importante, o Linkedin Ads é uma excelente plataforma para gerar leads e contatos entre empresas. Se o seu produto ou marca tem como público outras empresas essa pode ser a plataforma indicada. 

Embora os preços aqui sejam mais salgados que em outras plataformas, com o mínimo de R$20 por dia para investimento, vale lembrar que se sua ação for bem planejada e segmentada pode gerar excelentes resultados dentro do Linkedin. 

Resultados

Independente da plataforma escolhida e da estratégia que você traçou para seu anúncio, é importante investir em análise, investir em tráfego pago não significa que esses usuários alcançados por seus anúncios se converteram em vendas. 

É fundamental ter um bom conteúdo, não adianta investir pesado em anúncio se não tem um site bem construído, responsivo, bons textos, boas imagens e um layout agradável. 

Resumindo, não adianta investir dinheiro em tráfego pago se você não tem o que mostrar para esse usuário, antes de pensar no tráfego pago, é preciso analisar se o que você tem para oferecer ao usuário vale o investimento em anúncios pagos. 

E nessa hora é preciso honestidade consigo mesmo, se o seu site não está legal, suas redes sociais estão defasadas, os conteúdos pobres de informações relevantes, talvez seja a hora de investir nisso, para depois pensar no tráfego pago. 

E por fim, analise sistematicamente as métricas dos seus anúncios, acompanhe os relatórios disponibilizados pelas plataformas para entender se o seu investimento está valendo a pena e o que precisa ser melhorado para que o resultado seja mais satisfatório. 

Gostou do conteúdo? Acesse nosso blog para ficar por dentro das tendências e novidades sobre tecnologia, marketing digital e mídias sociais.

Redação e revisão Vanessa Fontes