fbpx

Criar um conteúdo de qualidade e fazer um bom marketing para empresas pode ser desafiador, ainda mais quando se tem uma gama gigantesca de conteúdo de entretenimento relacionado aos mais diversos assuntos, mas isso não significa que sua marca não pode surfar na onda do conteúdo de entretenimento e usá-lo em suas redes sociais para vender. 

Quando pensamos nas diferentes plataformas de redes sociais conseguimos identificar o padrão de comportamento de cada uma dela: 

De todas as plataformas, essa pode ser a mais difícil de trabalhar com conteúdo de entretenimento, em contrapartida, é a plataforma ideal para se fazer o marketing da sua empresa trabalhando com post e publicações que  mostram as ações que sua empresa promove, além de trabalhar com posts sobre endomarketing e conteúdo voltado para gestão de pessoas. 

O Instagram é a plataforma perfeita para engajar e gerar um bom relacionamento com seus clientes, usar memes e assuntos atuais de forma divertida e criativa pode ajudar sua marca a se destacar. O importante dentro do Instagram é diversificar o formato do conteúdo, aproveitar ao máximo as opções que a plataforma oferece e não ficar preso apenas em publicações de feed de notícias ou a venda de produtos. Use e abuse dos stories, faça lives, promova enquetes e poste vídeos curtos. Nesta rede social o relacionamento é fundamental 

Essa é a plataforma perfeita para trabalhar com memes e assuntos que estão bombando no momento. No Twitter o importante é o timing da publicação, visto que, é uma plataforma de consumo de conteúdo rápido, frases curtas e o assunto que está bombando de manhã pode não ser o mesmo que vai engajar de tarde. Procure ser criativo e se atente no modo como vai se comunicar. No Twitter é fácil cometer erros de comunicação e se queimar, e como sabemos o público não perdoa. Evite situações dúbias ou constrangedoras por erro de comunicação. 

Considerado hoje a plataforma mais careta, ainda atrai seguidores e serve como ponto de apoio e atendimento online de muitas marcas, mesmo estando em baixa no momento, toda grande marca mantém uma página ativa no Facebook, afinal ele serve de suporte para publicações patrocinadas para outras plataformas e ajuda a mensurar seu público e a organizar suas campanhas e posts patrocinados. Apenas evite textos ou vídeos muito longos, aqui, o que vale é a qualidade do conteúdo. 

Uma das maiores plataformas e uma das mais usadas, o YouTube se tornou a nova televisão de muita gente que abriu mão de assistir os canais abertos e quer mais liberdade para escolher o conteúdo que quer consumir e quando consumir. Manter um canal no Youtube pode ser trabalhoso, mas sem dúvida é uma forma consistente de engajar sua marca e comunicar diretamente aos seus consumidores quais são seus valores e o que a sua marca representa. 

Relativamente novas essas duas plataformas são voltadas apenas para vídeos entre 30 e 60 segundos e o público que utiliza tende a ser mais jovem, mas há espaço para todos e essa é a plataforma perfeita para comunicar de forma leve, criativa e divertida os valores de sua marca e com isso conquistar um público mais antenado para sua marca. 

Trabalhar com redes sociais exige atenção, o que vai super bem em uma plataforma pode não engajar em outra, mas o mais importante é ter uma postura e uma comunicação de valores e princípios unificados. O formato do conteúdo pode ser diverso, mas a mensagem precisa ser coerente em todas as plataformas: a foto do Instagram precisa passar uma mensagem em consonância com o vídeo do TikTok e o meme utilizado no Twitter. 

Ser divertido, saber usar memes e assuntos do momento ajuda o marketing da sua empresa a comunicar que vocês são humanizados, engajados e antenados. É muito mais fácil identificar e memorizar uma marca que sabe trabalhar com atualidades e se engaja com elas, isso aproxima o público da marca. 

Esqueça posts e textos chatos que falam apenas de seus produtos e serviços, os usuários sabem que você é uma empresa e quer vender algo a eles, o que você precisa é ser lembrado quando esses usuários quiserem consumir, e para isso você deve dar bons  motivos para o público escolher a sua marca.  

É muito mais fácil optar por uma empresa com a qual nos engajamos  e nos identificamos. É dessa forma que o seu negócio vai conseguir usar as redes sociais para vender. 

Redação e revisão Vanessa Fontes