fbpx

Se você é um profissional de marketing digital, ou quer saber mais sobre o assunto para sua própria empresa, existem alguns autores e referências que é preciso conhecer e seguir, pois trazem soluções, conhecimentos profundos e insights sobre o tema.


Selecionamos três autores que é fundamental você ter contato antes de entrar no mundo do marketing digital.
Vamos a eles:

Martin Lindstrom: especialista em neuromarketing

Martin Lindstrom, nasceu em 1970 na Dinamarca, e hoje reside nos Estados Unidos, nos anos 2000 fundou a Lindstrom Company, que é uma empresa especializada em branding.
Martin tem obsessão por entender o comportamento das pessoas e o mundo que as cercam, fazendo dele um dos criadores da psicologia do consumidor e do neuromarketing.
Com mais de sete livros publicados sobre o assunto, ele consegue antecipar tendências e o comportamento dos consumidores.

Ele prega que as empresas devem inovar constantemente para que alcance o sucesso, e isso inclui enxugar a burocracia, segundo Martin, ela a principal responsável por enfraquecer conceitos inovadores.
Martin também nos ensina que vender e lucrar são consequência e não o objetivo principal de uma empresa seja ela uma gigante ou uma micro. Toda empresa deve ter um objetivo muito bem traçado e definido que vá além vender e lucrar.


E para transmitir esse objetivo ao público é preciso que a cultura organizacional esteja presente em toda a estratégia de marketing e comunicação da empresa, afinal, o seu maior divulgador é o seu consumidor.
Outro ponto no qual Lindstrom foca é em conhecer profundamente o público, e dessa forma conseguir aplicar a neurociência em seu planejamento de marketing.

Os estudos apontam que ao menos 85% das nossas decisões são tomadas primeiro no nosso inconsciente, e justamente por isso, ele endossa que as pesquisas tradicionais com perguntas direcionadas a grupos de consumidores não são realmente eficazes, pois não alcançam completamente o comportamento e padrão de consumo.

Seth Godin

Autor de diversos livros sobre negócios e marketing, fundou e foi CEO das primeiras empresas on-line como a Yoyodyne. Nascido nos anos 1960 nos Estados Unidos é um dos pioneiros das empresas digitais.
Seth nos dá dicas valiosas sobre como lidar e trabalhar com nossos consumidores, uma delas é que você não deve mais falar para as massas, e sim, entender profundamente o comportamento do seu cliente, para que cada vez comunique melhor o que quer a ele.


Outra dica valiosa de Seth é entender que o poder está nas mãos dos clientes e a internet torna possível que cada um desses consumidores esteja inserido em um ou mais grupos específicos, e nisso que se deve focar, achar um nicho e comunicar para esse nicho.


Atualmente as pessoas tendem a prestar menos atenção nas coisas, a variedades de comunicação é muito vasta, além disso, estamos conectados o tempo todo, logo, muita coisa vemos, mas não damos atenção, o pulo do gato e criar um planejamento de marketing que faça com que as pessoas prestem atenção no que você está dizendo.


Uma das lições mais valiosas que Seth nos dá é não interromper as pessoas quando estão em um processo de comunicação, falando ou fazendo algo, isso geralmente tem um efeito muito negativo na imagem da marca.


Antes de iniciar seu negócio ele aconselha que você descubra quem se importa com o que você pretende fazer e comunicar isso para essas pessoas.

Philip Kotler

Sem dúvida, o maior nome do Marketing, Philip Kotler nasceu nos Estados Unidos em 1931, e é considerado o maior especialista em Marketing, suas ideias ainda são usadas, como os 4 p’s do marketing.
Kotler sempre acreditou que o marketing estava intrinsecamente ligado à economia, sua área de formação, e não somente ligados pelo preço, mas pelos canais de distribuição.


Pensando nessa ligação, Kotler nos ensinou que o lucro se relacionava diretamente ao bem-estar do consumidor, e por isso, o marketing não só deveria ser incluído no plano estratégico das empresas, como deveria ser o centro desse planejamento.

Antes de Kotler, o marketing era visto como uma área ou parte secundária e não tão importante dentro das empresas. Foi Kotler quem tirou o marketing do hall de operações secundárias e o trouxe para o centro das estratégias.


Além disso, Kotler ratificou a ideia trazida anteriormente por Peter Drucker, de que a satisfação dos clientes e os benefícios que o produto oferecia eram mais relevantes que o preço e a distribuição em si.
Além de redirecionar o marketing para o centro das estratégias, Kotler também criou os conceitos de Marketing Social e Demarketing.


O Marketing Social é utilizado para influenciar mudanças comportamentais que trazem benefícios para uma comunidade ou grupo, já o Demarketing trata de formas para diminuir uma demanda quando a mesma está muito alta e além da capacidade de atendimento da organização.

Neste artigo passamos apenas as ideias gerais de cada um deles, o ideal é que você busque se aprofundar no trabalho desses autores e conheça melhor os conceitos desenvolvidos e aplicados por cada um deles, afinal, conhecimento nunca é demais e isso só vai beneficiar sua empresa e você.

Redação e revisão Vanessa Fontes